Encontre no blog

02 agosto 2012

"Programa Mais Educação" - Escola Dona Aracy Leite Pereira Lopes (São Carlos - SP)


Primeiras experiências profissionais


Estou aqui para contar um pouquinho de uma de minhas primeiras experiências como profissional recém-formada: Educadora Musical.

Participo atualmente como voluntária, do "Programa Mais Educação" do Governo Federal, que propõe oficinas para os alunos de ETIs (Escolas de Tempo Integral). Dentre elas, temos as oficinas de música onde atuo como professora ("Oficineira" - nome dado aos professores pelo Programa) das Oficinas de "Canto Coral" na Escola Estadual "Dona Aracy Leite Pereira Lopes", localizada no município de São Carlos, São Paulo.


Para a aplicação das atividades, conto com amigos como a professora Natália Búrigo Severino (participante da oficina por uma exigência do Mestrado em Educação) e Bruno Henrrique Cremonez (bolsista PIBID), que me ajudam a discutir o planejamento, pensar coisas novas e aplicar as atividades com as turmas.


"O primeiro impacto ao aceitar ser “Oficineira” foi o de conhecer melhor o programa. Foram oferecidas pela escola duas oficinas de “Canto Coral”, (uma matutina e outra vespertina) mas durante os ajustes iniciais, percebeu-se o interesse dos alunos em aprender violão; o que possibilitou a escola de escrever um adendo justificando a compra dos instrumentos, mas processos burocráticos ocorreram e até o momento não se tem garantia de quando poderemos tê-los em mãos" (AMENT, s/p, 2012). 




O que ocorre agora?

"No período da manhã, as atividades realizadas são de sensibilização através da Educação Musical focada  no uso da voz e na descoberta de sons de uma maneira mais ampla, utilizando brincadeiras, jogos e atividades lúdicas como ferramentas metodológicas para o aprendizado musical. No período da tarde, o olhar se volta para uma Educação Musical relacionada com a escuta sonora e percepção de diferentes ambientes sonoros com o intuito de conduzir os alunos para a expressão, através de sonorizações, utilizando a voz e instrumentos alternativos, construídos pelos próprios alunos, como ferramentas capazes de ampliar o universo da escuta" (SEVERINO; AMENT, s/p, 2012). 

Esta experiência está sendo um desafio, mas ao mesmo tempo, muito gratificante e enrriquecedora para minha profissão. Fui bolbista nessa escola durante dois anos, pelo PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência) e nesse período pude avançar nas questões de conhecimento do espaço, corpo docente e coordenação da escola, o me rendeu amizades muito importantes! Desse modo, sinto-me em casa e muito feliz em contribuir um pouquinho com o aprendizado e crescimento dos adolescentes e jovens que venho convivendo nas oficinas!


Para quem tiver curiosidade e quiser saber um pouco mais de nosso trabalho, nos encontramos todas as quartas-feiras, das 10 horas às 11 horas e das 13 horas às 14:30 horas, nas Escola Estadual "Dona Aracy Leite Pereira Lopes".

Bom, é isso aí!

Aguardamos o retorno das aulas na próxima semana e estou anciosa para continuar ensinando e aprendendo com meus alunos!

Abraços,

Mariana



Segue algumas fotos do nosso trabalho!


Gráfico da pesquisa de campo com os alunos: "Qual é seu gosto musical?"
Além de fornecerem informações de seus gêneros musicais preferidos, os alunos listaram as quatro músicas mais preferidas de suas experiências musicais - essa pesquisa rendeu discussões e links com outras atividades que realizamos!


Aulas expositivas com vídeos: comparação entre timbres de cantores (as) do Brasil e EUA.


História Sonorizada: "Ei, ei Vanderlei".
obs: em breve teremos fotos da turma da tarde, que construiu os instrumentos para a sonorização da história!
Grito final: Energia e alegria para terminar a aula!
Karaokê para fechar o 1º Semestre: Quer coisa melhor pra soltar a voz?

Nenhum comentário:

Postar um comentário